Facebook permitirá ver vídeos sem conexão à Internet

Padrão

 

A partir de 11 de julho Facebook realizará um novo teste, por enquanto na Índia, para que alguns usuários possam baixar os vídeos para vê-los depois.

Sim, é na Índia também onde o Youtube oferece essa opção. Lembrando que o Google lançou um projeto em que várias estações de trem do país desfrutam de WiFi gratuito, a ideia é que as pessoas que não têm acesso a web durante o dia, possam baixar vídeos do Youtube durante esses poucos momentos (esperando o trem) para ter conteúdo disponível durante as próximas horas. Facebook quer imitar esse movimento, e os testes começarão na próxima semana.

Para evitar que esses downloads se tornem pirataria, Facebook bloqueará os videos dentro de seu aplicativo, não podendo ser visto fora da app, por isso não existirá um arquivo físico com o vídeo dentro da memória do móvel.

Escolheram a índia pelo mesmo motivo que o Google naquela época: a conexão de dados móveis e Internet é muito limitada no país, onde milhões de pessoas buscam novas experiências na web. Esse mercado é extremamente atraente, e as grandes empresas não podem ignorá-lo.

Embora Facebook Lite ajude muito a desfrutar da rede social com muitos poucos dados, a transmissão de vídeo sempre é limitada quando não há uma boa velocidade, por isso, poder assistir vídeo offline é a melhor opção.

Via: Wwwhats new

Facebook volta a fazer mudanças em seu algoritmo

Padrão

Facebook acaba de anunciar mudanças no algoritmo que mostra conteúdo a seus usuários, e dessa vez afetará bastante a maioria das páginas.

A mudança pretende dar preferência ao conteúdo publicado por nossos amigos, muito mais que ao publicado pelas páginas que seguimos, por isso que o alcance de uma publicação dentro de nossa página diminuirá bastante.

Facebook indica o efeito que poderia ter em dois tipos de páginas:

– As que publicam conteúdo do Facebook e esperam que a comunidade de seguidores as vejam e compartilhem: estas serão as páginas mais afetadas, já que os seguidores verão mais conteúdo de seus amigos, por isso, certamente perderão o conteúdo publicado nessas páginas.
– As que têm um meio por trás, de onde os leitores compartilham os links publicados: estas não verão uma mudança radical, já que quando um leitor divulga em seu perfil uma notícia, diretamente de um site, seus amigos o vêm como conteúdo compartilhado por um contato, não por uma página.

Podemos diferenciar três casos:

– Se uma página tem como objetivo levar visitas a um site, e seu tráfego vem diretamente das publicações realizadas dentro do Facebook: terá que trocar sua estratégia, publicar menos, porém, com conteúdo mais interessante, mais viral (mais divertido, já que essa é uma variável importante para o Facebook).
– Se uma página tem o mesmo objetivo, porém, o tráfego vem, principalmente, dos usuários que compartilham as notícias com o botão do Facebook no site: Não terão que se preocupar tanto, já que a mudança afetará o que é publicado nos perfis de páginas do Facebook, não nos perfis pessoais.
– Se uma página não tem site e não tem como objetivo levar tráfego a nenhum site: Estas sofrerão bastante, já que não contará com nenhum botão de “compartilhar”, dependendo exclusivamente da porcentagem de visualização das notícias publicadas em seu perfil. A estratégia será a mesma que no primeiro caso: publicações mais virais para que a pequena porcentagem de seguidores que as verem, as compartilhem e interajam com elas.

Certamente, isso irá fazer com que mais e mais páginas passem a pagar para que seu conteúdo seja visualizado…

Via: Wwwhats new

Como fazer transmissão ao vivo no Facebook através do PC, Mac ou Linux?

Vídeo

 

OBS Studio (anteriormente conhecido como OBS Multiplataforma) é uma ferramenta completa, com os objetivos principais de ter suporte multiplataforma para stream ao vivo no Facebook e outras mídias sociais, e esta disponível para Windows, Mac e Linux.

https://goo.gl/9HVXlz